Educação Infantil

INFANTIL A
O “Infantil A” tem como eixo temático norteador a IDENTIDADE, oportunizando às crianças uma diversidade de vivências que lhes possibilitem o conhecimento de si e do mundo, por meio da ampliação de experiências sensoriais, expressivas e corporais. Dessa forma, as crianças constroem saberes e narrativas, aprendem a cuidar de si, a conhecer suas próprias características e preferências e a conviver com os demais.

a) Projeto Descobrir-se é descobrir o mundo:
Prioriza experiências que desenvolvam as competências expressivas e instrumentais do movimento, bem como, a percepção do próprio corpo e do mundo, oportunizando à criança construir, criar e comunicar suas ideias e aprendizagens. A exploração de diversificados materiais e técnicas, o brincar espontâneo e as atividades ao ar livre ampliam a sensibilidade da criança e suas possibilidades de exploração e de expressão.

b) Projeto Aprendendo a Conviver:
Oportuniza vivências que auxiliam a criança a expressar seus sentimentos, suas ideias e opiniões; respeitar e valorizar as diferenças; entender as combinações do grupo; lidar com os conflitos e conviver com os demais, contribuindo assim para o desenvolvimento da identidade pessoal e coletiva do grupo. As histórias socioafetivas, os jogos e as brincadeiras favorecem a convivência e a vivência de valores.

c) Projeto Alimentação Saudável:
Possibilita o desenvolvimento das percepções táteis, olfativas, gustativas e visuais através da observação e manipulação de diversificados alimentos; desperta a curiosidade pelas misturas e transformações que ocorrem durante a culinária; incentiva hábitos saudáveis, uma alimentação equilibrada e um entendimento da importância de cuidar da saúde e do bem-estar. Além da diversidade de vivências realizadas na Cozinha Pedagógica, destaca-se também o plantio, acompanhamento e o cuidado de temperos, verduras e chás na horta.

d) Projeto Contos e Encantos:
Desperta o prazer em ouvir contos de fadas, lendas e histórias incentivando a curiosidade, o encantamento, a imaginação e a criatividade. Por meio dos personagens e das situações apresentadas, a criança constrói narrativas e reelabora significados, experienciando diferentes sentimentos, conflitos e possibilidades.

INFANTIL B
Ao relacionar-se o ser humano transforma o mundo. Assim, o eixo temático RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES norteia o trabalho desenvolvido no “Infantil B”. As crianças aprendem por meio dos sentidos, do movimento corporal, da experimentação e das relações com o ambiente e com os demais, promovendo o cuidado, a preservação, a interação e o conhecimento da biodiversidade e da sustentabilidade da vida no planeta, nossa casa comum. O intuito é educar crianças para que se tornem amantes da vida, cidadãs planetárias responsáveis por relações equilibradas entre cultura e natureza.

a) Projeto “Guardiões do Meio Ambiente”:
Prioriza experiências que promovam o envolvimento da criança com o meio ambiente e a elaboração de conhecimentos sobre plantas e animais, sensibilizando para o cuidado e a preservação dos ecossistemas. O projeto prevê visitas pedagógicas ao Museu Anchieta de Ciências Naturais; às Estações de Sustentabilidade do Colégio Anchieta; à Fazenda Quinta da Estância Grande, em Viamão, e ao Zoológico de Sapucaia do Sul.

b) Projeto “Reaproveitar é criar!”:
Possibilita a expressão criadora das crianças por meio do reaproveitamento de materiais diversificados, incentivando atitudes sustentáveis e a preservação da vida do planeta. A separação do lixo seco e orgânico, a exploração e o reaproveitamento de embalagens, a confecção da mascote da turma, a coleta de materiais naturais, o estudo do artista plástico Franz Krajcberg, a oficina de reciclagem de papéis e a criação de obra de arte são vivências significativas e marcantes contempladas nesse projeto.

c) Projeto “Somos muitos: riquezas culturais”:
Propicia a interação e o conhecimento das manifestações e tradições culturais brasileiras, valorizando o patrimônio lúdico infantil; os costumes regionais; as contribuições dos povos indígenas e afrodescendentes; as datas cíclicas; as lendas, parlendas, brincadeiras e canções folclóricas enriquecendo, assim, as culturas infantis. Dentre as vivências, destaca-se a Festa Junina da Educação Infantil e a Festa Gaúcha, momentos nos quais as crianças experienciam músicas, danças, culinária, vestuário e brincadeiras tradicionais, ampliando seus conhecimentos e repertórios.

d) Projeto Literário “Viajando com os Livros”:
Oportuniza a imersão da criança no mundo literário, potencializando o prazer, a imaginação e a sensibilização estética, pois as vivências de leituras são fundamentais para a formação de leitores e de usuários competentes do sistema de escrita. Esse projeto contempla a organização de um acervo na sala de aula, ao livre alcance das crianças, e o envio de obras literárias para a casa, envolvendo também os familiares. Destaca-se também a confecção da Sacola Literária e do Passaporte da Leitura, no qual a criança registra suas impressões e opiniões a respeito das obras, informações valorizadas e que definem a permanência do livro na listagem.

PROJETOS COMUNS – INFANTIL A e B:
a) Projeto “Nos Passos de Inácio”:
O Projeto “Nos Passos de Inácio” surgiu de uma experiência proporcionada pela Pedagogia Inaciana, paradigma educativo da Companhia de Jesus que nos propõe um olhar atento e reflexivo sobre o contexto da realidade em que estamos inseridos. Assim, na Educação Infantil, as crianças são apresentadas ao universo do Inacinho, conhecendo sua história e seus valores vividos com tanta paixão. Após conhecerem sua história, vivenciarem as histórias bíblicas, participarem das celebrações e dos espaços sagrados, as crianças conseguem estabelecer relações entre o passado e o presente compreendendo a importância de Santo Inácio de Loyola e seu carisma para a Companhia de Jesus. As crianças transformam em ações todos os momentos que vivenciaram ao longo do ano, enfatizando:
“Infantil A”: valor Amor – “Sementinhas do Amor”
“Infantil B”: valor (com)Partilhar – “(com)Partilhar é bom para todos”

b) Projeto “Educando para as emoções”:
Propicia o conhecimento, a identificação e a adequação das emoções básicas de alegria, tristeza, medo e raiva. A discriminação emocional deve ser desenvolvida ainda na infância, permitindo às crianças maior qualidade em suas interações. Por isso, na Educação Infantil, iniciamos este trabalho com rodas de conversas, trocas de vivências, análise de histórias e situações do dia a dia onde as crianças expressam, através da fala, e/ou corporalmente, seus sentimentos. Além disso, buscam alternativas de solução para o melhor convívio na família e com seus pares.