História da Biblioteca 2018-03-21T14:21:29+00:00

História da Biblioteca

1923 – Como tudo começou…

A antiga residência dos jesuítas, na Rua Duque de Caxias, possuía uma biblioteca, que servia, aos padres e irmãos, na preparação das aulas do Colégio Anchieta. Em 1923, essa biblioteca passou a ter um segmento direcionado especialmente aos alunos.

Uma anotação do catálogo dos jesuítas de 1923 (“Catalogus Missionis Brasiliae Meridionalis Societatis Jesu”) cita o Pe. Carlos Schebendach, S.J., como Prefeito da Biblioteca dos alunos.

1964

Até 1964 foram surgindo outras bibliotecas setoriais, como a da Associação Scientífica Anchieta (ASA), a do Centro Jackson de Figueiredo, e a do Grêmio Literário Anchietano.

1965

Em 1965, com a vinda do Colégio para a Av. Dr. Nilo Peçanha, os acervos da Biblioteca da Comunidade dos Jesuítas, da Biblioteca dos Alunos e outros livros de propriedade do Colégio passaram a formar um único acervo.

1971

Em 1971, foram contratados os primeiros bacharéis em Biblioteconomia. Uma equipe de Bibliotecários passou, então, a realizar o tratamento técnico especializado do acervo.

1973

Em 1973, objetivando melhor aproveitamento do acervo, fez-se uma seleção das obras de maior interesse para a comunidade Jesuíta. Essa seleção contou com o auxílio de dois padres Jesuítas e teve como resultado a recriação da Biblioteca da Comunidade, existente até hoje na Residência dos Padres – situada no mesmo endereço do Colégio. Outros livros foram enviados à Biblioteca do Colégio Cristo Rei e à UNISINOS, em São Leopoldo.

1994

Com o passar dos anos, outros acervos foram surgindo, como é o caso do acervo bibliográfico que está no Museu, além do acervo de fitas e cd-rom do Audiovisual. Em agosto de 1994, o acervo de obras infantis foi deslocado para o prédio do Ensino Fundamental, criando-se, assim, a Biblioteca Infantil. O catálogo e o empréstimo passaram a ser automatizados a partir de 1995.

2001/2002

Uma campanha de marketing dos serviços da biblioteca marca o início de uma nova fase: inovação. Ambiente restruturado, mobiliário moderno, ambiente climatizado, salas para estudo dirigido estão entre as novidades desta nova fase. A Semana Literária (evento que envolve todo o setor pedagógico) passa a proporcionar atividades diferenciadas para cada série, e uma Feira do Livro que passou de 6 para 20 estandes.

2006

Já bastante integrada com o pedagógico, a biblioteca tem um caráter muito ativo dentro do Colégio. Os índices comprovam: a quantidade de usuários aumentos mais de 400% se comparado com o período anterior a 2001. O catálogo passa a ser acessado via Internet e cooperativado com os da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS), Colégio Catarinense (Florianópolis) e Colégio Medianeira (Curitiba), compondo a rede ASAV de Informação e Documentação.

2011

Integração, sustentabilidade, inovação. A Biblioteca é pioneira no Brasil na área escolar, em 2010, com a implantação de sistema de Biometria para identificação dos usuários, e, em 2011, cria o Laboratório de Matemática – com características duplamente inovadoras: servir também ao Ensino Médio e ser um serviço oferecido dentro do ambiente da biblioteca. Com este projeto o Colégio Anchieta ganhou Prêmio Ouro como melhor projeto de Inovação em Educação do Rio Grande do Sul no concurso SINEPE 2011.