Em 1941, chuvas constantes castigaram Porto Alegre por 22 dias, entre abril e maio, resultando na maior inundação registrada na história da capital até aquela época. Cerca de 70 mil pessoas ficaram desabrigadas e o Colégio Anchieta, respondendo rapidamente e solidariamente à calamidade, também abriu suas portas. A partir do dia 6 de maio, ainda no antigo endereço da instituição, na Rua da Igreja, atual Duque de Caxias, foram acolhidas cerca de 800 pessoas.

Infelizmente, em 2024 a histórica se repetiu. E o Colégio, mais uma vez, foi lar para pessoas impactadas pelas grandes chuvas. Desde o dia 04 de maio de 2024 já foram acolhidas cerca de 200 pessoas no Morro do Sabiá, zona sul de Porto Alegre.

Em ambos episódios, o movimento da comunidade em prol de quem mais precisava de apoio e palavras de esperança foi fundamental. Em tudo amar e servir.